Antepassado

Minha avó materna

Josefina Esteves Nave

 

Nascida

  o 01/08/1928

em Belmonte

Casada

  o 09/02/1948

na Covilhã, na freguesia de São Martinho

com

  José Pedro Junior

Casada

  o 14/02/2005

na Covilhã

com

  Joaquim dos Santos

     
     

 

Genealogia de Frédéric De Sousa > Ramo paterno - 3ra geração > Sosa n°7

 

Família

 Pai 

ico  João Nave (14)

 Mãe 

 

Filhos

ico  Maria da Anunciação Esteves (15)

-----

ico  Josefina Esteves Nave

 

ico  Ana Maria (3)

ico  João José (3b)

ico  Luis Miguel (3c)

ico  Ana Paola (3d)

ico  Emmanuel (3e)

 

 

Nascimento

ico      Transcripção exacta do assento

 

Nota : o assento civil já é pré-imprimido em 1928.

 

As seis horas do dia um do mês de agosto do ano de mil novecentos vinte e oito nasceu na vila de Belmonte, da freguesia de Belmonte deste concelho, um individuo do sexo feminino a quem foi posto o nome de Josefina Esteves Nave, filha legitima de João Nave de trinta e cinco anos de idade, no estado de casado de profissão sapateiro, natural da freguesia e concelho de Belmonte e de Maria Esteves de dezanove anos de idade, no estado de casada de profissão domestica, natural de Gonçalo do concelho de Guarda, domiciliados na... vila de Belmonte  ; neta paterna de Joaquim Nave e de Maria Monteiro ; e materna de avô incognito e de Ana Esteves.

Foram testemunhas que declararam querer ser padrinhos da registada António Augusto Tavarres, tecelão e sapateiro, e Judite [...] Tavarres, domestica, ambos casados e residentes em Belmonte.

A declaração de nascimento foi feita pelo pai que assinou [...] com as testemunhas supra mencionadas.

Este registo, depois de lido e conferido com o seu extracto, vai ser assinado por mim Carlos Pinheiro Fahão Rodrigues, oficial do Registo Civil deste concelho de Belmonte.

A importância dos emolumentos é de seis escudos e vinte cinco.

Repartição do Registo Civil de Belmonte aos trinta de agosto de mil novecentos vinte e oito.

 

ico      Transcrição em português legível do assento

ico      Assento digitalizado

 

 

 

 

Casamento

ico      Transcripção exacta do assento

 

As onze horas do dia nove de mês de fevreiro do ano de mil novecentos e quarenta e oito, na igreja paroquial desta freguesia de Santa Maria Maior, concelho de Covilhã diocese de Guarda compareceram perante mim Monsenhor Joaquim Pereira Seco, paroco da referida freguesia os nubentes José Pedro Junior e Josefina Esteves Nave com todos os papéis do estilo, e o respectivo certificado a que se refere o artigo sexto do Decreto-Lei número trinta mil seiscentos e quinze passado na Conservatória do Registo Civil de Covilhã a oito de fevreiro do ano corente e sem impedimento algum para matrimónio.

Ele de vinte et oito anos de idade, de profissão operario no estado de solteiro natural de freguesia de Santa Maria de Covilhã , onde resida na rua das Portas do Sol, filho legitimo de José Pedro natural de Covilhã e de Tereza de Jesus Pereira natural da freguesia de Aldeia do Carvalho e residentes na Covilhã na rua das Portas do Sol

e ela de dezanove naos de idade, de profissão operaria no estado de solteira natural de Belmonte e residente na freguesia de Santa Maria de Covilhã na Traversa do Castelo, filha legitima de João Nave natural de Belmonte e residente em Belmonte e de Maria Esteves, jà falecida, natural da freguesia de Gonçalo, concelho de Guarda

os quais nubentes perante o oficiante acima mencionado e as testemunhas adiante nomeadas, declararam que de sua livre vontade desejavam celebrar, e de facto celebraram, o seu casamento, segundo as leis da Santa Igreja Católica. Declararam mais que celebravam o seu casamento segundo o regime de comunhão geral de bem.

Foram testemunhas presentes a todo este acto João Pedro, casado, tecelão, residente na freguesia de São Pedro de Covilhã, e João Francisco Duarte, casado, taberneiro, residente na freguesia da Conceição de Covilhã.

E para constar, lavrei este assento em duplicado que depois de ser lido e conferido perante todos, vai ser assinado por mim, testemunhas e pelos cônjuges José Pedro Junior - Josefina Esteves Nave - João Pedro - João Francisco Duarte - Monsenhor Joaquim Pereira Seco.

Esta transcrição, cópia fiel do duplicado que fica arquivado, foi lavrada hoje nesta Conservatória ás onze horas e vai ser assinada por mim Francisco Miguel Henriques da Silva, Conservador do Registo Civil, sem selos devidos. Artigo trinta e dois e decreto trinta mil seisento e quinze.
Conservatória do Registo Civil de Covilhã, em treze de fevreiro de mil novecentos e quarenta e oito.

 

ico      Transcrição em português legível do assento

ico      Assento digitalizado

 

 

 

 

Profissão

Empregada de mesa, aos 14 anos de idada, no restaurante de sua madrinha

Trabalhadora têxtil na época do seu casamento

Cuidadora no hospital de Cambrai, quando chegou em França

Empregada de casa