Abreviaturas

 

Os assentos do século XX, estabelecidos por functionnarios dos registos civis, são normalmente legiveis quando já se entente o vocabulário próprio a esses documentos administrativos. É um outro exerciço que ler e transcrever os assentos dos registos paroquiais. Os padres e os curas dos séculos anteriores usavam e abusavam de abreviaturas.

 

Algums autores do século XIX só usavam de abreviaturas na margina dos assentos ; nos séculos XVIII ou XVII, os cléricos das mais pequenas freguesias faziam das abreviaturas uma regra geral de transcrição dos baptismos ou dos casamentos..

 

 

 

Os nomes

As outras palavras

Alz : Alves / Alvares

Anta / Anto : Antonia / Antonio

Bra : Barbara

Bra : Beira

Cna : Catarina

Conam / Cam : Conceição (Conceiçam)

Cta : Costa

Fiz / Frez : Fernandes

Frca / Frco / Franca / Franco : Francisca / Francisco

Gpar : Gaspar

Glz / Gliz : Gonçalves / Gonsalves

Joaqna : Joaquina

Je : Jozé

Lourco : Lourenço

Madra : Madeira

Ma : Maria

Miz / Mriz : Martins

Mel : Manoel

Nugra : Nogueira

Nes : Nunes

Ribra / Ribro : Ribeira / Ribeiro

Roiz : Rodrigues

Sebam : Sebastião (Sebastiam)

 

ann / annos : anos

bap : baptizei

bispdo : bispado

cide : cidade

ca : cura

da / do : dita / dito

fa / fo : filha / filho

frega / frga : freguesia

herde : herdade

igra : igreja

lega / lego : legitima / legitimo

matro : matrimónio

mores / mos : moradores

mer : mulher

nal : natural

pte / p. : parte

pe / pde : padre

pados : padrinhos

pla : pela

pro / primro : primeiro

por : prior

sacramto : sacramento

s. : são

sa : santa

stos / sos : santos

segdo : segundo

setectos : setecentos

soltra / soltro : solteira / solteiro

q : que

qta : quinta

tro : termo

testas / testemas : testemunhas

verde : verdade
va : vila

 

 

 

  

Copyright © 2009-2020 / Frédéric De Sousa